hoje é o primeiro dia

Afinal não foi depois de saber que estava grávida. Nem quando ela nasceu. E muito menos no primeiro dia do ano. Passou-se janeiro, entrou fevereiro, e só hoje, 4 meses depois, é que ganhei coragem para vir aqui escrever estas primeiras linhas.

Para quê criar este blog? Porquê agora? Já não é a primeira vez que tento escrever um diário! Em adolescente, pela graça e secretismo da coisa, ainda estreei alguns mas nunca lhes dei grande continuidade, acabava por me aborrecer de relatar os meus dias. Também por diversas vezes tentei a escrita de viagens, mas rapidamente começava a achar que não escrevia nada de jeito, que aquilo não ia interessar a ninguém, e ao fim do 4º ou 5º dia a inspiração esmorecia e a vontade ia-se.

E então porquê agora? Porque fui mãe. Sim, para registar o que é a minha vida depois de ser mãe [nada de muito novo, eu sei, e há tanta coisa tão bem feita por aqui que até me intimido]. Quem eu sou, do que gosto, o que sinto, o que me vai na cabeça e como é que são os meus dias depois desta maravilha, desta delícia, que é ter uma bebé em casa. Ser mãe é o melhor projeto da minha vida. Não é o único, tenho outros [alguns] e vão conhecê-los, mas este é, sem qualquer sombra de dúvida, o melhor.

Pronto, é mais ou menos isto que eu tenho para vos dizer hoje. Para primeiro dia acho que chega… espero. A ver se amanhã continuamos por aqui.

5:48 da manhã

5:48 da manhã

Newer post

There are 2 comments

  1. Martinha

    Adorei o teu blog! Vou seguir. Tambem tenho uma Constança com 8 meses e uma Maria João com 2 anos e 1/2, beijinhos e parabéns pela princesa.

Post a comment