ser mãe

Às vezes tenho medo de não saber bem o que é isto de ser mãe. E de, consequentemente, não vir a ser uma boa mãe.

Quando a minha filha era uma recém-nascida, pensava muito no quão indefesa e dependente ela era de mim. Sabia que tinha de a alimentar, aquecer, confortar. Que era eu quem mais podia ajudar aquele bebé pequenino a adaptar-se à vida e queria muito fazer um bom trabalho. Agora, olho a Constança com quase 7 meses e tenho outras ansiedades, todas elas relacionadas com esta responsabilidade de educar uma criança, de ser mãe, parceira e de cuidar de uma família. Realmente é melhor que seja uma experiência vivida a meias porque é muito, é intenso, é difícil e é bom.

Penso eu que aprender a ser mãe não é coisa que venha nos livros, por muito que falem do assunto e que até possam ajudar. Ser mãe é tão íntimo, tão de dentro e, por isso, tão diferente para cada mulher-mãe. Ser mãe é imenso, complicado de expressar. Por isso quando me perguntaram o que é, para mim, ser mãe lembrei-me da minha avó paterna e disse: para mim, ser mãe é para sempre.

[em repeat] silva

[em repeat] silva

ser mãe

18/52

Newer post

There are 7 comments

  1. Sandra Barradas

    É mesmo! Cada vez mais acho que não é por acaso que temos os filhos que temos, acho que cada mãe tem mesmo a ‘chave’ para tornar o seu bebé uma criança feliz. Quero acreditar que é assim que as nossas decisões são sempre as melhores para os nossos filhos, e se não forem hoje serão amanhã.

  2. F

    Como diz um grande, grande especialista na matéria, que estudou e investigou centenas de relações mãe-filho e escreveu muita coisa sobre o assunto (em livros e artigos), e onde muitos especialistas vão beber:

    “[…] na verdade, o êxito no cuidado infantil depende da devoção, e não de ‘jeito’ ou esclarecimento intelectual.”
    D. W. Winnicott, em “O Brincar e a Realidade”

    DEVOÇÃO: algo que exige uma disponibilidade mental de 24h por dia e disponibilidade física naquela medida certa que ‘vamos andando e vamos vendo’ (digo eu).

    E em jeito de ‘la palice’, achei isto muito verdadeiro:
    https://www.facebook.com/photo.php?fbid=312711015496598&set=a.261202517314115.45287.260760890691611&type=1&theater

  3. costurandonuvens

    Faltando um mês para o meu pequeno nascer tenho as mesmas ansiedades que você, tenho medo de não dar conta, tantas dúvidas, mas ao mesmo tempo uma ansiedade enorme para ver o rostinho, sentir o cheirinho dele no meu colo, quero muito ser definitivamente mãe, não sei se boa ou ruim, mas acima de tudo, mãe! Parabéns pelo seu dia, aqui no Brasil o dia das mães será semana que vem!
    Grande abraço!

Post a comment