[alguns esclarecimentos sobre] o desafio

Comecei ontem à noite a ler, com atenção, os quase 100 e-mails e mensagens que recebi nos últimos 3 dias em resposta ao desafio que lancei aqui no blog. Uau! Muito, muito obrigada a todas [tudo mulheres, apenas um homem] pelos minutos que dispenderam a ler-me, pelos currículos e sugestões que anexaram, pelos comentários deixados nos grupos de mães e na página da Ma Petite Princesse no facebook. Se por acaso não deixei lá o meu like em forma de polegarzito para cima, considerem o meu apreço agora. Fico contente. Parece que a estória dos últimos dois anos da minha vida, o blog e o futuro da marca Ma Petite Princesse interessa a muita gente. Os vossos elogios deixam-me um bocadinho vaidosa e tanto apoio anima-me a continuar. Obrigada, obrigada, obrigada.

Mas também não deixa de ser confrangedor ler as palavras da angústia do desemprego, a insatisfação no trabalho, a infelicidade e a vontade de mudar de vida. A vocês, hoje, eu apenas digo: como vêem, é possível. Não percam o foco mas também não se percam em medos vãos e falsas seguranças. Mantenham um pé na terra, mas trabalhem para agarrar o sonho. Porque se resume basicamente a isso: muito trabalho. Acreditem que não há outra maneira mais fácil nem caminho mais rápido. Só o vosso trabalho, a vossa iniciativa, pesquisa, estudo, reflexão, tentativa-erro e persistência, vos conduzirá [com altos e baixos, é certo] ao vosso destino. Esta é a mais dura e importante lição que eu tirei no último ano e meio, o tempo de vida da Ma. E eu esqueço-me muitas vezes dela e sofro com isso, demasiado.

Então, voltando atrás… face à centena de candidaturas, cada uma com bastantes questões, percebo que afinal não vai ser possível responder individualmente a todas, com muita pena minha. Por favor não levem a mal, peço-vos, mas vou optar por ir respondendo apenas às que, nesta fase, me parecem cumprir melhor com as necessidades. Agora provavelmente questionam-se sobre quais são, efetivamente, os critérios de seleção uma vez que eu fui muito abrangente no meu apelo. Sim, é verdade, fui vaga e de certa forma foi intencional. Quis testar a sorte e ser surpreendida. Quis deixar tudo em aberto, explorar todas as hipóteses, desde o design de moda à gestão web, passando pelo apoio na gestão do negócio e na logística do dia-a-dia.

E é tendo em conta a exigência da logística que me parece importante esclarecer que a localização em Braga, ou muito perto, é essencial. A pessoa que me completar neste projeto tem de estar aqui, já que é à volta desta cidade que tudo está montado: os fornecedores, a produção, os artesãos e o atelier. Por outro lado, eu vou estar fora mas virei a Portugal com frequência, não só por motivos familiares, como também pela Ma Petite Princesse. Ora é para Braga que virei e não será viável acrescentar uma terceira localização que ultrapasse o raio de 50 quilómetros, tenho de ser realista. Isto significa que candidaturas enviadas de outras cidades do país estarão, à partida, excluídas, a não ser que se trate de uma parceria pontual e possível de implementar à distância.

Outro requisito será a polivalência do candidato. Não que eu esteja à espera de encontrar um tudo-em-um, mas não podendo trazer para o barco mais do que uma pessoa, esta terá que ser o mais multi-qualquer-coisa possível e, mais do que isso, ser complementar a mim. A ideia não é ter duas pessoas a fazer o mesmo, mas sim duas pessoas a acrescentar valor. Falar francês e/ou alemão pode ser valorizado, já que a estratégia passa por levar o negócio além fronteiras e começar por esses mercados. Se não é o caso mas, em contrapartida, é artista, criativa de profissão ou com particular experiência em design de moda, ótimo. Mas se também não é bem isso, não tem problema: a química e a empatia, a vontade de trabalhar e a fé podem bem ser suficientes e mais importantes que qualquer cv.

O desafio continua [mais informações neste post]. Se achar que é a pessoa certa, então envie-me um e-mail para [email protected] a dizer porquê e com 3 ideias para a marca Ma Petite Princesse. Podem ser ideias de produto, ações, parcerias, tudo é válido. A data limite para envio das candidaturas é dia 7 de setembro e a minha seleção será feita no dia 15. Até lá!

no parque [um fim de tarde em Basileia]

no parque [um fim de tarde em Basileia]

28 de agosto [4 anos]

28 de agosto [4 anos]

Newer post

There is one comment

Post a comment