o setembro das maratonas [e dos milagres]

Setembro vai quase a meio e eu tento afastar o pânico. Tu consegues, tu consegues, repito para mim mesma várias vezes ao dia. Tem momentos que nem sei bem por onde começar. Ou como continuar. Problemas com soluções quase impossíveis, decisões arriscadíssimas, uma agenda cheia de afazeres e também toda rabiscada, a cabeça em papa. Vi-me na necessidade de montar um plano de contingência, a começar amanhã: para eu poder sair antes das 9 e fazer render o dia, a minha irmã vem buscá-la e leva-a ao colégio. E para conseguir sentar-me ao computador a pensar nos trapos que habitam o atelier, a C. vai passar umas noites sem mim. É que já que ocupo os dias a andar de um lado para o outro, vou ter de fazer noitadas. Não me sinto muito bem, confesso. O pai está fora e agora eu também vou estar ausente, mas tem mesmo de ser, paciência. Um dia explico-lhe que ter um negócio ou um projeto pessoal é muito bonito, mas dá um trabalho dos diabos. Dá gozo, mas dói. É libertador, mas mói o neurónio, tira o sono. A mim, tira-me demasiado o sono. E apesar de me apetecer muitas vezes desistir, ou pelo menos abrandar, a verdade é que não consigo. Nem me deixam. Afinal agora, como voltar para trás? Não me arrependo. Um dia conto-lhe que tudo isto nasceu com ela, que cresceu e deu o salto junto com a vinda da irmã, que são elas, as minhas filhas, a minha razão e inspiração. Acho que elas vão compreender e apreciar.

Hoje dizia à R. [e é mesmo isto]: Preciso de um milagre. Que a sorte e a força estejam comigo. E ela respondeu: Amén.

PS* As vossas candidaturas ao desafio continuam a chegar e eu já tenho a decisão quase tomada. Até dia 15 dou novidades sobre este assunto.

** São 3:15 da manhã e eu estou grávida de 6 meses. Acho que devia ir dormir.

despedidas

despedidas

impossible is nothing. so just do it.

impossible is nothing. so just do it.

Newer post

There are 3 comments

  1. Ana Lemos

    Minha querida Ana, não te comento tantas vezes quanto gostava, mas o tempo nao dá mesmo. Venho sempre ler-te e és uma enorme inspiração. Fizeste a tua marca ser das mais queridas e desejadas quando se fala de bebes. Elas vão compreender, mas por muito que tenhas de fazer, pensa nessa bebe e em ti também. A esta hora TENS de estar a dormir e tens de descansar sim.
    Grande beijinho
    Ana

  2. sara carvalho

    Olá, já por aqui passo há algum tempo e hoje é dia de comentar. Nunca te arrependas do que fazes, consegues ou conquistas, nunca, mesmo que para tal sejam feitos sacrifícios. Daqui a um tempo, quando tudo estiver a correr melhor, vais sentir-te muito orgulhosa. E mais ainda quando elas te perceberem e se orgulharem de ti também! Sei que é “fácil falar” quando se está de fora mas acredita que vai se assim. Força e continua, mas descansa pois essa bebé também precisa. 🙂

Post a comment