monocle [ou saudades do tempo em que eu lia revistas]

toronto-3-50b6196f5baacDetenho-me na banca das revistas. Passo os olhos pelas capas cor-de-rosa que apenas leio quando vou ao cabeleireiro fazer as unhas. Demoro nas outras: Evasões, Traveller da Condé Nast, Vogue, Elle Deco, Attitude, AD… e na minha preferida, a Monocle.
marylebone-1-50b608d81160aTomo consciência de que o hábito de ler, devorar, revistas anda há muito tempo adormecido em mim. Não, não é propriamente desde que fui mãe porque sempre aproveitei o sol de inverno na esplanada com a Constança recém-nascida a dormir na alcofa, ao meu lado. É talvez desde o dia em que ela começou a andar. Ou até, melhor dizendo, desde que a Ma Petite Princesse passou a existir na minha [nossa] vida e desta maneira tão dominante [acho que as datas coincidem].
tokyo-543fe4b4e91d1Não consigo evitar sentir algum desgosto. Porque era uma coisa que eu gostava mesmo de fazer e da qual fui abdicando sem dar por isso. Até hoje. Pego na Monocle, folheio-a, cheiro o seu papel texturado e levo-a comigo. Na esperança de a poder ler aos bocadinhos na cama, ao fim da tarde na chaise longue ou na mesa da esplanada, ao sol, amanhã.
[passatempo Nesquik] 2 jogos Science4You

[passatempo Nesquik] 2 jogos Science4You

verbos para o fim-de-semana

verbos para o fim-de-semana

Newer post

Post a comment