sim, eu gosto de ir ao shopping [não me matem por isso]

Nunca fui muito dada a passar manhãs, tardes ou noites no shopping. Nunca entendi [e por norma não entendo] muito bem sequer aquele conceito de programa em família passado num espaço quente, cheio de pessoas, barulho e entre um apelo ao consumismo que roça o disparatado e incomodativo. Depois, como trabalhei vários anos ao lado de um mega centro comercial, a vontade/necessidade de lá meter os pés fora dos dias úteis, naqueles anos, era cada vez menor. Excetuando numa circunstância: quando precisava urgentemente de aliviar a cabeça.

 

A verdade é que o shopping tem em mim [e em muitas mulheres, aposto] um efeito de terapia. Uma pessoa entra naquele universo de coisas bonitas e por um par de horas não pensa em mais nada, além dos trapos para vestir ou dos cacos para a casa que, se pudesse, gostaria de adquirir. Houve tempos em que o confronto entre o que via nas montras, o preço e a realidade [ou a minha forma física] me deprimia. E então fugia a sete pés, jurando não mais voltar. Agora, talvez por estar grávida, mais velha e sensata, ou apenas cansada, não. Passeio descontraidamente, compro uma nica ou outra, idealizo casas que não tenho, inspiro-me nas coleções das marcas grandes, enfim, passo um bom bocado.

 

Foi o que fiz ontem ao fim do dia, aproveitando que a Constança estava a jantar com o avô [os avós fazem questão de ir buscar a C. um dia por semana ao colégio e eu agradeço]. Tinha os neurónios a boiar, precisava de fazer outra coisa que não ir direta para a casa e para a cozinha, espairecer a cabeça. Então aproveitei que tinha de ir à Fnac e fui. Uma hora a tratar do pc novo e outra a dar uma volta pelas duas lojas que mais me interessam nos últimos tempos: Zara Home [para o projeto casa da Suíça] e Knot [estou a começar a fazer a mala para a maternidade]. E ainda vim a tempo de jantar em casa.

 

* O meu shopping de eleição é atualmente o Braga Parque. Tem quase tudo – já abriu a Mmi e agora até vai abrir a Tiger! – mas faz-me falta a Area.

sábado é dia de papas [de aveia]

sábado é dia de papas [de aveia]

sim, eu gosto de ir ao shopping [não me matem por isso]

o Mercadinho do Bebé [em Braga]

Newer post

Post a comment