hoje [escrever para não esquecer]

[episódios do dia de hoje que eu escrevo para não esquecer. a expressão não é minha, é da Mariana, e é perfeita]

1. ainda há boas pessoas no mundo. Aparentemente deixei cair a chave do carro. Pior: deixei-a pendurada na porta do condutor quando saí com as crianças e as tralhas para almoçar ao restaurante. Não dei por ela claro, até regressar ao carro com as crianças e as tralhas e reparar que não tinha as chaves comigo. Procurei, procurei bem, fiz o caminho de volta uma e outra vez. Já me tinha dado por vencida quando vi um bilhete preso ao pára-brisas, cuidadosamente colocado dentro de um saco plástico. Dizia que as minhas chaves estavam à minha espera no café do outro lado da rua. Foi um estranho e salvou-me o dia.

2. Constança resolveu fazer anos hoje. Passou o dia com a coroa de tecido cor-de-rosa na cabeça. Toda contente, pediu que lhe comprasse uma prenda. Cantei-lhe os parabéns uma e outra vez, fingimos soprar as velas. A Constança faz 2 anos, dizia ela fazendo 2 com os dedos. Ai é? Ok, não tem mal nenhum. Que faça anos todos os dias, se isso a fizer mais feliz. Hoje estava particularmente alegre [histérica] e até viu o Pai Natal. Era aquele senhor de barbas brancas que também estava a almoçar no restaurante.

3. Camila já sorri e não é mais uma recém-nascida. Involuntariamente ou não, a pequena Camila já manda uns sorrisos. Sorri, mexe a cabeça para um lado e para outro, dá uns gritinhos de contentamento. Acabou-se a fase de recém-nascida. Com 1 mês e 5 dias, a minha bebé pequenina está aqui deitada no sofá, já tem cartão de cidadão e um bilhete de avião. Está a ficar gente.

hoje [escrever para não esquecer]

[playlist fevereiro] domingos de inverno

hoje [escrever para não esquecer]

extra saldos: peças de verão com descontos até 70%

Newer post

Post a comment