na mala delas [roupa de outono]

Faço malas há muitos anos… há uns 20, para aí. Sem muita dificuldade, faço malas de fim-de-semana, malas de férias, de mudanças, para viver 1 ano fora de casa, para passar 1 mês em viagem, para o calor ou para frio. Não me custa por aí além fazer uma mala ou uma mochila mas, desde que sou mãe, confesso, a tarefa complicou-se: conciliar o pragmatismo, a limitação de espaço, o conforto das miúdas e o meu gosto por vê-las arranjadas e bem vestidas nem sempre é fácil. E se em férias, como geralmente vamos para o calor, a coisa até se resolve, agora, a viver num país frio, não é tão fácil assim.

Por estas bandas, o outono vai bem mais avançado. O chão cobre-se de folhas castanhas e amarelas. De manhã e enquanto o sol não espreita, faz mesmo frio. À tarde, bate um vento cortante na cara. São 10 da noite e estão 7º graus lá fora. As casas, os transportes e qualquer espaço fechado são aquecidos, às vezes demasiado aquecidos até [em casa temos o aquecedor no mínimo e uma janela da cozinha sempre entreaberta]. Nós andamos muito a pé. E é deste entra e sai dos lugares, põe casaco, tira casaco, que a Camila, que já veio meia doente, ficou pior e a Constança enrouqueceu.

Mas então, o que lhes vestir? Nestes 3 dias já percebi que o truque é vesti-las por camadas e com peças finas, se não o mais certo é acabarem em camisola interior. É importante calçado bom e adequado para andar na rua. Depois, há que investir num casaco exterior quente, com capuz e impermeável para andar a pé e noutro leve e fácil de tirar para andar no carrinho porque com os sacos com fecho tipo edredão que se colocam no carrinho, casacos volumosos e demasiado quentes não é possível. Como essenciais, sweats quentinhas, camisolas de algodão para vestir por baixo e meias até ao joelho [para colocar debaixo das calças, já não dá para usar com saias ou calções]. Na cabeça, uma touca ou capuz para já são suficientes, os gorros reservo para o inverno. Camisolas de gola alta, camisolas interiores, casacos de malha grossos, meias de montanha, calças acolchoadas… todas aquelas peças super quentinhas que em Portugal usaríamos bastante, aqui, só se for para passar o dia no parque a brincar com a neve. Parece contrassenso mas é mesmo assim: é frio, mas a roupa não pode ser demasiado quente.

blog_viagem_14para a viagem de avião: sweats cardadas Grace Baby&Child * versão com gola de renda bordado inglês – para bebés dos 6 aos 24 meses – comprar aqui * versão com bainha de renda bordado inglês – para meninas dos 2 aos 6 anos – comprar aqui * touca de malha Zara * sapatos Moleke * babete impermeável Mimi Burnay * ganchos de cabelo Numero 74 na Mini by Luna

blog_viagem_15para o fim-de-semana: jardineiras Grace Baby&Child – dos 6 meses aos 6 anos – comprar aqui * letras Zara Home * bolsa do coelho antiga, era da minha irmã * sapatos Moleke

blog_viagem_16para o dia-a-dia: casaco de malha com capuz * camisola com gola de renda de lã *  meias com pompom, tudo Grace Baby&Child * meias Mini Dressing com raposa na Caramello * jeans Zippy * ténis Stan Smith Adidas

de partida

de partida

os primeiros dias [e a minha mãe]

os primeiros dias [e a minha mãe]

Newer post

There is one comment

  1. Helena

    Adoro tudo! Estou à espera do Mercadito para perder novamente a cabeça e comprar outro conjunto completo “grace” 🙂 A inês também eu acho. No outro dia não me deixava tirar as meias dos pompons nem para dormir haha As jardineiras e as sweats são um amor! Muitos parabéns!

Post a comment