dias felizes



Há muito tempo que não tínhamos um fim-de-semana assim, tão bom. Tão cúmplices, tão sintonizados, sem qualquer sobressalto, unidos por uma energia boa. Há muito tempo que não tínhamos um fim-de-semana em pleno, dois dias inúteis [por oposição aos 5 úteis], com descanso, tempo, sorrisos, mimos a triplicar. Como que a recompensar-nos de uma semana intensa e desencontrada nos horários, nos ritmos e nos sonos, este fim-de-semana foi tão perfeito que até parecia férias.


Em muito [muito mesmo] contribuiu a verdadeira chegada do verão, e com ele os dias longos, quentes e felizes… na praia. Em cada mergulho na água fria me renovei, me revitalizei, fazendo as pazes com a vida – nada como um bom banho de mar para me sentir outra. E por cada dia menos bom que atirei para trás, uma ilusão nova deixei entrar, uma esperança e uma atitude determinada que me faz querer entrar na semana que amanhã começa com um espírito mais assim: feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *