greentom upp [o carrinho novo da Constança]


Têm-me perguntado sobre o carrinho novo da Constança. Vão vê-lo muito no blog, provavelmente até já o repararam no nosso instagram ou facebook, por isso é com muita satisfação que vos anuncio hoje a minha colaboração com a marca, reunindo neste primeiro post o conjunto de informação que me parece mais relevante para quem está a ponderar comprar uma cadeira de passeio.

 

Reciclado e reciclável. Quando as representantes portuguesas da Greentom me apresentaram o Greentom Upp, o carrinho mais verde à face da Terra, rendi-me ao seu conceito e decidi que merecia, pelo menos um test drive. Todo o plástico usado no fabrico do carrinho é 100% reciclado [são 80 garrafas de refrigerantes] e no fim do seu ciclo de utilização, o carrinho pode ser devolvido à marca para reutilizar os materiais em novos produtos.

 

Design inteligente e simples. Além de ser um carrinho bonito, coisa que também conta [para mim, muito], e de permitir inúmeras combinações de cores [escolhi base branca com tecido cor de areia, igual ao da fotografia de baixo], a cadeira distingue-se pela sustentabilidade do seu fabrico mas não só. Há um conjunto de características inovadoras, pensadas para uma utilização real e simplificada de um carrinho de bebé. A marca é holandesa, nota-se bem.

 


Menos é mais. Menos peso, para começar. O carrinho é super leve [pesa menos de 8 kgs] e fácil de manobrar. Aliás, para mim, esta é provavelmente a sua melhor característica. Conduz-se só com uma mão podendo usar a outra para falar ao telemóvel [um clássico], transportar sacos de supermercado ou até conduzir o pesado e mal jeitoso carrinho de aeroporto.

Menos espaço. O carrinho fecha dobrando ao meio e posso dizer-vos que ocupa apenas metade da bagageira do meu carro [um Volkswagen Golf] e, em cima, ainda cabe por exemplo um saco azul do ikea bem cheio, só para terem uma ideia.

Menos complicação. Abre e fecha facilmente, reclica num só gesto, sem muitos botões nem operações difíceis. Simples.

Menos extras e acessórios supérfluos. Por baixo do assento tem uma bolsa de arrumação perfeita para guardar uma manta ou uma mochila pequena e a capota é grande o suficiente para proteger o bebé do sol e da chuva. O essencial.

 


Ideal para bebés a partir dos 6 meses. Apesar de ter sido concebido como uma cadeira para passear bebés mais crescidos, o carrinho é compatível com a maioria das babycocs ou pelo menos das marcas Maxi Cosi, Bébé Confort, Mima, Besafe e Cybex [a caixa traz umas peças que fazem o encaixe na estrutura].

 

Já agora, deixo-vos a minha opinião sobre o uso de babycoc vs. alcofa. Não há dúvida que as babycocs são muito práticas no sentido em que passam do carro para a rua sem ter de mover o bebé de um lado para o outro, principalmente quando são pequeninos e estão a dormir. Mas para um melhor conforto e descanso, na minha opinião, nada como uma alcofa. Em Basileia, mesmo chovendo, vi muitas mães com bebés até bem crescidinhos deitados nas alcofas. As espanholas também são fãs. E eu, na licença de maternidade, usei imenso: a Constança nasceu em Outubro e todos os dias eu saía a pé com ela na alcofa. Só ficava em casa se chovesse, claro, porque o frio nunca foi impeditivo. Hoje sei que poder ir à esteticista, arranjar as unhas, fazer umas compras, sentar-me numa esplanada a ler uma revista ou passar a tarde, pura e simplesmente, a passear fez de mim uma mãe mais descontraída e feliz.

 

Entretanto percebi que ainda este ano a Greentom vai lançar a alcofa Carrycoat. Estou desejosa de a experimentar com a baby nº 2.


O único ponto a melhorar: mais arrumação. O bom de um carrinho com muito espaço de arrumação é que podemos sair sem aquela sensação de levar a casa toda atrás. No dia-a-dia, para a bolsa com fecho atiro o telemóvel, os óculos de sol e a chave de casa. No cesto, coloco a mochilinha das fraldas, brinquedos ou um saco de compras. Em férias, casacos, comida e garrafas de água. Por isso, na minha opinião, a solução para arrumação do Greentom Upp é claramente insuficiente. Não é nada que não se resolva [comprei logo um saco de pendurar e pronto] mas ajuda, e muito, principalmente para mães que andam de transportes públicos. Por isso senhores da Greentom que me estão a ler, já sabem, uma arrumaçãozinha extra dava um jeitão.
Para terminar, deixo-vos um vídeo que ilustra bem o que acabaram de ler:

é um amor de São João

é um amor de São João

hoje

hoje

Newer post

There are 8 comments

    1. Mafalda

      Olá Cintia. Peço desculpa de responder em Português. Obrigada pela escolha. Nós teremos todo o prazer em ajuda-la a comprar um carrinho de rua Greentom. Por favor envie-me um email directamente para [email protected]. Aguardo o seu email. Obrigada. Mafalda

Post a comment

This error message is only visible to WordPress admins
Error: No users set.