esta manhã

Já fazia algum tempo que não passávamos uma manhã as duas, só as duas.

De repente, os dias da licença parecem-me longínquos. Nos últimos tempos, o blog e a marca exigiram muito de nós, deixando pouco espaço para momentos como este, com uma sensação boa de andar sem pressa, sem hora, sem telefone a tocar, sem compromissos… e só eu e ela.

Decidi virei costas à casa, ignorar a desordem que tanto me incomoda e levá-la a aproveitar o sol do fim da manha. Saímos a pé. Parámos no quiosque, no senhor da fruta, à porta da sé. Cruzámos-nos com um outro conhecido (“que linda a Constança”, “que bem que estás”, que bom ouvir isto) e acabámos na esplanada d’A Brasileira.

Enquanto a Constança dormia, eu sonhava acordada com as nossas férias e o tanto que estamos a precisar de sair daqui, de estar os só os 3 num lugar onde se fale outra língua, coma outra comida, se viva diferente. A Volta ao Mundo que acabei de comprar inspira-me. Já decidimos que vamos, sim, um feliz acaso permite-nos ir. Mas ainda faltam uns meses e… até lá, temos outros planos para concretizar.

esta manhã

bem-vindos

[em repeat] silva

[em repeat] silva

Newer post

There is one comment

Post a comment